Entendendo Adolf Hitler - Parte 1

13 de fev de 2011 0 comentários

Adolf Hitler: Führer da Alemanha nazista durante o 3º Reich: conheça as duas faces da moeda.





Adolf Hitler nasceu na cidade austríaca de Braunau, em 20 de abril 1889. Filho de Alois Hitler e Klara Pözl, cresceu numa época conturbada por doenças, instabilidade política e inflação. Hitler sempre demonstrou aptidão para as artes, e embora seu pai o predestinasse à carreira pública, o jovem Hitler mudou-se para Viena a fim de tentar uma vaga na Academia de Artes da capital austríaca, porém não obteve sucesso.

Essa é a história que todos conhecem, mas prepare-se para compreender melhor a trajetória do homem que quis moldar o mundo à sua maneira.

Vida no Front

Após os fatos anteriormente citados, Hitler sobreviveu graças à suas pinturas de cartões postais de Viena, e, ao contrário do que se pensa, teve estabilidade econômica com seu negócio artístico. Porém isto não era suficiente para uma mente brilhante como a sua.
Morando em uma pensão e sobrevivendo de seus quadros, até aí Hitler tinha uma vida deveras medíocre; porém isso estaria prestes a mudar com o advir da Primeira Guerra Mundial.
Hitler alistou-se no Exército Alemão, mas por não ter nacionalidade alemã ficou impedido de subir de patente, estabelecendo-se como cabo. Durante os conflitos foi condecorado com a Cruz de Ferro de 1ª classe, concedida devido a um ferimento de guerra no front de batalha.

Vida pós-guerra

Com o término da Primeira Guerra e a capitulação da Alemanha, os ressentimentos pós-guerra cresceram não só em Hitler, mas em todos os derrotados da nação alemã. O ódio contra os judeus, culpados pela derrota no front, cresceu de maneira assustadora, e os partidos de extrema direita organizaram-se com surpreendente rapidez, culpando os comunistas, judeus e estrangeiros pelo mau êxito. Nesse clima xenofóbico, Hitler alistou-se no Partido Nazista, ou Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães; porém o nome do partido nada tinha a ver com sua verdadeira ideologia política. Em pouquíssimo tempo, graças à sua magnífica arte como orador, Adolf Hitler tornou-se o líder máximo do NSDAP (sigla do partido nazista), e conduziu seus membros a uma reviravolta nunca antes imaginada.

O Putsch de Munique



O Putsch de Munique, ou Putsch da Cervejaria, foi uma mal sucedida tentativa de golpe do NSDAP para tentar derrubar o governo da Baviera, porém as tropas nazistas foram facilmente contidas e seus membros dispersos, mortos ou presos. O nome se dá devido ao ponto inicial da "revolução" ter sido numa cervejaria famosa de Munique, onde Hitler disparou um tiro para o teto simbolizando o início de uma "nova era"; não sabia ele que só conseguiria tal feito apenas 10 anos depois, com a morte do presidente Paul von Hindenburg. Enquanto os nazistas avançavam para o Ministério da Guerra, tentando imitar a Marcha sobre Roma de Mussolini, as tropas do exército souberam do golpe e rapidamente dispersaram os nazistas, que por sua vez fugiram como ratos correndo de uma velha com uma vassoura.

CONTINUA...

(Não se esqueça de seguir o blog!)

0 comentários: