Busca de milionário tesouro nazista agita a Alemanha

9 de jun de 2010 4 comentários
Salão de Âmbar, roubado de palácio na Rússia por soldados de Adolf Hitler, estaria enterrado em cidade alemã!



A busca por um tesouro desaparecido há mais de 60 anos pode desvendar um dos maiores mistérios da II Guerra Mundial. Alemães deram início terça-feira a uma escavação na cidade de Deutschneudorf, onde acreditam estar enterrado, entre outras preciosidades, o lendário Salão de Âmbar. Presente da Prússia aos russos em 1716, o Salão foi roubado pelos nazistas em 1941, durante a invasão da URSS pelos soldados de Adolf Hitler.

Seriam ao menos 2 toneladas de ouro, obras de arte e outros objetos valiosos - cujo valor pode chegar a 350 milhões de euros (R$ 882 milhões). A caça ao tesouro virou o assunto do momento na Alemanha e atraiu a atenção mundial, pois há diversas teorias sobre seu sumiço - uns dizem que teria sido destruído por um bombardeio britânico, outros acreditam que foi consumido por um incêndio e até há quem afirme que tenha afundado no Mar Báltico.

Nestas seis décadas, o Salão de Âmbar - um aposento revestido com painéis desse raro material - foi procurado por vários aventureiros. Um deles é Hans-Peter Haustein, prefeito de Deutschneudorf, que há mais de 10 anos caça o tesouro. Ele coordena as escavações com a ajuda de uma mineradora e de Christian Hanisch, filho de um integrante da Luftwaffe, a força aérea nazista, que encontrou coordenadas do que seria o depósito secreto em anotações do pai.

Considerado por alguns especialistas a oitava maravilha do mundo, o Salão levou oito anos para ser construído pelos prussianos, e seu último paradeiro conhecido foi Königsberg, atual Kaliningrado. Ele sumiu em 1945, no fim da II Guerra. Por isso acredita-se que os nazistas tenham escondido os painéis, desmontados e guardados em caixotes, ao perceber a derrota iminente. Os caçadores do tesouro estão esperançosos porque as informações fecham com os relatos históricos de que militares alemães teriam enterrado pesadas caixas em minas nas montanhas da fronteira entre Alemanha e República Checa.

As máquinas escavam a terra em busca de uma caverna artificial. Equipamentos teriam confirmado a existência de metais preciosos como ouro ou prata a 20 metros de profundidade.

4 comentários:

  • bruninp disse...

    saudaçoes nazistas ,aqui é um humilde sonhador neonazista ,esperando que um dia o poder volte as nossas maos,e sei que este dia esta bem perto ,grupos estao se formando no sul,sao paulo,em paises brancos,e fora que eu moro na considerada cidadenazista do brasil,volta redonda ,onde todos sabemos que nosso maior patrimonio ,CSN,foi construida com dinheiro nazista,ate nosso prefeito é nazista e maçon ,que ja chegou a ser area de segurança nacional e ate aeroporto dos avioes nazistas ,mais em fim mais uma vez minhas calorosas saudaçoes nazistas e ate a vitoria irmao

  • Anônimo disse...

    Os nazista poderiam ter ajudado o mundo em vez disso quis comandalo e deu no quedeu 50 milhoes de pessoas mortas e ainda tem jente que que o partido renasa esse tal de brunip e um dilho de uma puta que acha quw e nazista